Elton John em São Paulo, por Eliane de Carvalho

No final de fevereiro e início de março deste ano, Elton John fez uma turnê na América do Sul, incluindo cinco shows no Brasil. Infelizmente, ele não veio ao Rio de Janeiro e não pude vê-lo. Esta semana publico aqui no blog resenhas dos shows, escritas por pessoas que puderam comparecer.

A primeira delas foi escrita por Eliane de Carvalho, amiga de longa data, criadora do grupo Elton John Forever e responsável pelo blog de mesmo nome (cuidado aqui que faz barulho). Paulista, Eliane conta como foi o show de São Paulo, em 27 de fevereiro.

Um vulcão chamado Elton John

Dezembro de 2012, de repente um anúncio na internet e começam a vender ingressos para uma super turnê intitulada 40th Anniversary of the Rocket Man de Elton John. Desde o começo descrevi essa passagem como uma pequena Turnê aqui no Brasil porque foram 5 shows! E isso jamais aconteceu aqui no Brasil, jamais sonhei na vinda de Elton com 5 shows! Tudo muito inacreditável, surreal.

A exemplo de 2009 que fiz uma pequena contagem regressiva para o show de Elton aqui em São Paulo no meu blog Elton John Forever, resolvi entrar nessa vibe novamente, pois já estava com ingresso comprado, afinal sou fã de Elton John desde 1976 e isso não é pouco tempo: é uma vida!

E passaram tão rápidos esses dias todos! Enfim chegou dia 27 de fevereiro de 2013, o show aqui em São Paulo. O show foi numa quarta-feira e no domingo anterior eu e fãs amigos fomos até o Jockey Club para saber como eram as instalações e o trajeto e isso já estava sendo emocionante, foi uma forma de começar a entrar no clima Elton John no Brasil. Vimos o palco de longe em montagem, algumas homenagens foram combinadas e assim a ansiedade para o dia 27 foi intensificada mais ainda.

Fazer parte da história de Elton John é emoção, felicidade, amor em todas as suas formas, sim, porque a energia que vibra num show de Elton John nos remete a nostalgia de nossas vidas, confraternização entre amigos e quando isso tudo se mistura eu não consigo reter minhas lágrimas.

O show de Elton John aqui em São Paulo foi incrível, inesquecível, absolutamente perfeito! Desde a organização, tudo extremamente bonito, limpo, correto, mas como assistir a um show de Elton John sentado? Impossível! Afirmo que agora sim os brasileiros conheceram realmente quem é Elton John! Ele não é apenas um cantor romântico, de baladas: ele tem a essência do rock em suas veias!

Essa noite foi o melhor show que já assisti em minha vida, foi fascinante. Elton foi pontual, entrou animado, sorrindo, de braços abertos e ai começamos a dançar e curtir ao som de Elton tocando e cantando The Bitch is Back. Uma mistura de loucura, com felicidade plena e absoluta. Elton é encantador, energia fascinante, que hipnotiza por seu jeito de ser, extravagante, apimentado, mas sutilmente doce e engraçado também! Com suas caras e caretas, bocas e tal... é demais! Foi difícil ficar sentada? Foi quase impossível, mas até que nos comportamos porque éramos obrigadas a sentar, mas o show foi seguindo com Bennie and the Jets, Believe, Rocket Man e tantas outras, as músicas de minha vida, que sempre me fizeram sonhar e me sentir viva.

Melhor que 2009 para mim? Sim, sem dúvida... Um Elton John melhor, mais disposto, mais magro, feliz, sorrindo, ele brilha!

Em Tiny Dancer, me rendi as lágrimas, não consegui controlar a emoção que estava brotando em mim cada vez que a música crescia. E eu estava lá na segunda fileira em frente ao piano, acenando, chamando por Elton e dizendo o quanto o amo! Tudo especial, tudo muito perfeito, tudo surreal. Era o meu ídolo ali na minha frente!

E durante toda essa noite fantástica, teve momentos emocionantes, em que foram feitas homenagens a ele: na música Goodbye Yellow Brick Road, onde os fãs acenavam com balões amarelos, embalados ao som nostálgico e melodioso da música de Elton e seu piano mágico. Outro momento intenso, lindo, que deixou Elton perplexo, foram as placas dos “LA's” na música Crocodile Rock. Ficou muito legal, muito divertido, inesperado e ele realmente curtiu.



Dia 27 de fevereiro, mais uma data memorável e inesquecível em minha vida e sei que de muitos fãs de Elton John! A visão dos shows para cada um é uma particularidade, para mim foi momento de intensa alegria, como já disse. Ver um show de Elton é um montanha russa de emoções! Algumas músicas ficam marcadas, inesquecíveis. Um dos momentos que eu adorei, por tudo, o som, visual, diversão, foi Philadelphia Freedom! Poxa foi DEMAIS! Believe é uma das canções mais lindas que Elton tem e ao vivo é isso tudo e muito mais. Que lindo tudo, intenso, profundo mesmo, sua batida estava no meu coração!

E nós em nossas cadeiras, levantando sempre, porque cada vez que Elton levanta do seu piano, que se aproxima, como ficar sentada? Eu pulo, grito, chamo por ele. Era um momento único para mim. Não fui vê-lo em outros Estados, então cada segundo foi sagrado, foi amado e significativo! Em Sad Songs foi comoção geral, ninguém mais sentou, todos ficaram em pé dançando! Que noite linda, incrível! Até a lua veio nos visitar, linda.

Como se fosse uma coincidência divina, em Don't Let the Sun Go Down on Me, começou a chover um pouco, e antes de terminar não existia mais chuva! E mesmo se chovesse, a felicidade era tão intensa que não faria diferença para ninguém!

E lá estava Elton, cantando as canções da minha vida, da nossa vida, olhando para cada rosto que estava lá na frente, como se quisesse dizer "eu sei que você me ama, eu sei que você existe e eu te amo também!" Se isso é delírio, loucura, então sou louca, mas de amor por Elton John! Elton John interage com todos, ele é simplesmente fantástico! E ele chama a todos para ir a sua frente e nós vamos ao delírio!

Quando ele estava tocando Saturday Night's Alright (For Fighting) todo mundo já estava em delírio total, absorvidos pela simpatia de Elton, pelo seu profissionalismo impecável, pelo seu carisma. Eu fui para frente do palco em Saturday Night's e Your Song, e foi absolutamente inesquecível, mágico de uma tal forma que a minha proximidade de Elton John foi tudo que já quis, estava realizando meu sonho de vida! E não estou exagerando... e tenho consciência que a maioria dos fãs que estavam por lá, próximos ou não ficaram extasiados com o show de Elton aqui em São Paulo, foi realmente arrebatador, Elton é um vulcão! Ele sabe como fazer e dominar a todos!

A emoção tomou conta de mim, chamando por Elton e vendo ele tão presente ali, comecei a ficar sem forças para chamá-lo e assim Elton foi encerrando o espetáculo e eu estava totalmente rendida a ele, que me fez chorar como se fosse aquela menina adolescente de tantos anos atrás, que sonhava com seu ídolo, que tinha seu quarto repleto de fotos, que ouvia suas canções todos os dias, e foi essa criança que desabrochou em mim, emocionada, encantada pelo seu ídolo, pelas músicas que fizeram parte da trilha sonora de sua vida, e assim foi e é Elton John! Um vulcão, que invade nossos corações sem pedir licença!

Eu como fã de Elton John, afirmo que tenho orgulho de ter um ídolo como ele, nada se compara a sua vivacidade, a sua força, a sua energia, a sua experiência, ao seu talento!

EU AMO ELTON JOHN FOREVER!!!

2 comentários:

VeraRio disse...

Disse tudo,Eliane!É assim mesmo que a gente fica depois de um show de Elton.Pudera.É tudo pura magia e encantamento.Talento de sobra lá no palco,lágrimas idem na platéia.Lindo artigo Eliane.

Eliane de Carvalho disse...

Obrigada Vera e um agradecimento especial ao meu velho amigo Mário Marinato, que cedeu um espaço postando meu texto. Mário, obrigada pelo carinho e amizade de sempre.
beijos
sua amiga

Eliane de Carvalho