Crônica: Show Trocado

Acordei certa manhã e liguei a televisão no canal de música. Ia começar a passar um show com vários artistas.

Logo no primeiro momento vi que havia alguma coisa errada. A primeira música era Billie Jean, mas quem cantava era o Elton John, fantasiado com aquelas suas roupas loucas dos anos setenta, as botas do Pinball Wizard e gritando "aow" enquanto segurava o pinto!! A platéia vinha abaixo.

Assim que ele saiu do palco, começaram a tocar os acordes iniciais de My Heart Will Go On. Surgia então um Titanic no meio do palco e dele saiu, apoiado em uma bengala, Ray Charles, que arrasou no piano! Enquanto isso, no telão, Leonardo de Caprio e Kate Winslet trocavam beijos.

Quando o Titanic afundou, quatro rapazes ingleses subiram no palco e levaram as adolescentes noventistas ao delírio, cantando Wannabe. Eram os Beatles!!

Eu achava que não havia como ficar mais estranho, mas ao som das primeiras notas de Stairway to Heaven outra bengala subiu ao palco: era o Andrea Boccelli! Com muito custo ele subiu as escadas cantando, foi até o paraíso e deixou o palco.

Neste mesmo instante vinha à luz da ribalta os mais belos olhos azuis que já passaram por este canto do universo: era Frank Sinatra, que usou de todo o seu ritmo para cantar Stan, com um discreto back vocal feito por ninguém menos que Nelly Furtado.

Quando ele saiu do palco, já se ouviam os berros de Robert Plant e Jimmy Page, chamando a galera para cantar junto em Con Te Partiró. Definitivamente, um show de opera-rock.

No meio da música fui ao banheiro jogar uma água fria no rosto para ver se acordava daquele sonho estranho, mas voltei correndo para confirmar o que ouvia: Eminem tinha entrado no palco e arrasava comandando o coro da platéia em Yellow Submarine.

Ainda bem que eu não estava comendo nada, pois se estivesse engasgaria ao ver as Spice Girls cantando New York, New York. E engasgaria mais ainda ao ver Celine Dion cantando Hit the Road Jack e balançando os braços como uma louca.

A última atração daquele show louco foi o preto-branco Michael Jackson, que causou mais de trinta desmaios ao cantar o la-la-la de Crocodile Rock enquanto fazia o moonwalk em cima de um piano.

No bis todos voltaram ao palco para cantar um medley de We Are the World e I Will Survive.

Antes da música terminar eu desliguei a televisão. Imagina se entram os Rebeldes para cantar Sultans of Swing?!

Um comentário:

Fernanda Airs disse...

Oi Mário!! Passando para agradecer o coment, viu??? Adoro Fórmula 1...o Lewis Hamilton realmente me impressiona! Bjs pra vc!! Ah, estou aguardando as novidades, hein!!