Conheçam Nande Cangalha

Minha cidade, Cachoeiras de Macacu, no interior do Rio de Janeiro, é como muitas das cidadezinhas do interior: está lotada de figuras conhecidas. Uma das nossas é Nande Cangalha. Há coisa de três ou quatro anos ele lançou um cd de histórias e piadas, que foi um sucesso. Em meados deste ano ele atacou novamente, lançando um disco de sucesso internacionais, acompanhado por uma banda bem competente.

Até aí tudo bem, se não fossem dois detalhes: ele não fala inglês e é, ao que me consta, analfabeto! Nem autografar o próprio cd ele sabe. Mesmo assim gravou versões personalíssimas sucessos de gente como Freedie Mercury, Phil Collins e Beatles.

Para quem entende inglês, descobre-se no primeiro verso da primeira música que ele não está cantando absolutamente NADA inteligível. É pura embromation, do início ao fim do disco, e em raríssimos momentos ele se aproxima das palavras cantadas na versão original. Eu disse "se aproxima", não que é igual.

Porém, o mais impressionante é que se você parar o cara na rua e pedir para que ele cante uma das músicas, ele vai cantar exatamente do mesmo jeito que está no cd. Ou seja, de uma forma ou de outra, ele tem a sua versão da letra, a qual ele sabe de cor e salteado. E isso, claro, garante ótimas risadas.

O disco é vendido na rua, por ele mesmo, a dez reais, com uma capa impressa em jato de tinta e cd virgem gravado em casa: design zero. Bom, só não é design zero porque a capa imita o disco Abbey Road, dos Beatles.

E mesmo que a letra seja, digamos, uma porcaria, o mesmo não se pode dizer da produção musical, que é ótima. Como eu já falei aí em cima, a banda que toca com ele é muito competente. Soma-se a isso o fato de ele ter gravado grandes sucessos e o disco torna-se perfeitamente escutável, principalmente se for escutado por alguém que não saiba inglês.

Outro motivo de riso são os nomes das músicas, que são escritos do jeito que ele as chama. Os nomes que ele dá às músicas às vezes não são nem mesmo uma adaptação dos nomes delas. Por exemplo, Have You Ever Seen the Rain virou Al Kaninou, Against All Odds virou Filcoli e, pérola das pérolas, I Just Called to Say I Love You virou Adjeiçous Tchu Seis Mailovius.

Como presente para vocês, deixo na minha pasta de arquivos as três canções do Elton John que ele gravou: Iscai Lai Pita, Bruai e Entigardi.

Divirtam-se. Se gostarem eu ponho o resto.

***


Escrevi mais sobre ele em 16/03/2009

2 comentários:

Donizetti disse...

Poxa, o arquivo chegou sim, mas ainda não consegui ler. Estou em falta contigo. Mas garanto que logo leio e resenho!

Mário Marinato disse...

Sem pressa, Doni. Só perguntei porque talvez o arquivo não tinha chegado e você tivesse esquecido do assunto.