50 Semanas de Rock - Deep Purple

Não vou mentir pra ninguém: Deep Purple não é nada do que eu imaginava. Eu pensava que os caras eram algo do estilo Iron Maiden, mas estão longe disso e fazem um tipo diferente de rock, que não sei definir. Talvez seja uma mistura de Alice Cooper com Rush.

De cara, me pareceu que o Dream Theater se inspirou um bocado neles, basta ouvir Burn e comparar com músicas do DT. Os três discos que baixei foram In Rock, Burn e Machine Head, sendo o segundo o melhor deles.

A guitarra é foda em praticamente todas as músicas. Os solos em You Fool No-One, A-200 e Lay Down Stay Down, por exemplo, são deliciosos de se ouvir. E claro, não se pode deixar de citar a clássica Smoke on the Water. Ah, um detalhe: os vocais de You Fool No-One me lembraram muito os Beatles.

Duas viagens musicais são Child of Time, com seus longos dez minutos, e Mistreated, uma das minhas favoritas. Ambas são músicas para se colocar para tocar e parar tudo pra ouvir. Outras músicas que entram na lista das melhores são Burn, Sail Away e What's Goin' On Here, esta última com um pianinho jazzeado de arrebentar.

Mas, apesar disso tudo, contraditoriamente, Deep Purple não me empolgou tanto quanto Alice Cooper ou Black Sabbath. É boa mas não espetacular. De qualquer maneira, taí uma banda que, quando isso tudo acabar, vou procurar conhecer um pouco mais, pelo menos os seus grandes sucessos.

***


Gosta do que eu escrevo? Quer ajudar o seu escritor favorito? Então compre alguma coisa no Submarino ou no Mercado Livre entrando por aqui que eu ganho uma comissão.

Produtos do Deep Purple no Submarino
Produtos do Deep Purple no Mercado Livre

Veja a lista de bandas que fazem parte das 50 semanas

2 comentários:

Thiago "verde" disse...

Putz eu me amarrei no álbum "Burn"... a guitarra é algo extraordinário... só não gosto muito é da voz mesmo...

abrasssss

=]

Mário Marinato disse...

Sem dúvidas, Verde. O guitarrista do Deep Purple é ótimo empunhando o seu instrumento. (!)